domingo, 23 de agosto de 2009

SOB ORIENTAÇÃO SUPERIOR









[de um comentário do poeta Filipe Couto]




"...eu não conheci ninguém parecido com você nos meus trinta anos..."

um amor idealizado
fora do tempo
é sonho sem itinerário
de um instante passageiro

que nos remete à fantasia
[na boa!]


para esse pequeno instante
valho-me da poesia


e a canção dos trinta anos é pura nostalgia
de um sonho sonhado à toa...




ou como quis Filipe




"Um amor idealizado,
fora do tempo,

sonho
de um instante passageiro,

remete-nos à fantasia."





Rio de Janeiro, agosto de 2009













2 comentários:

  1. Meu caro Amigo!

    Um dia espero expressar-me tão bem em palavras quanto você!

    Grande abraço!

    Paulo

    ResponderExcluir