sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

DEGREDO











o silêncio é da pedra
degredo
de nada sentir



Rio, fevereiro de 2011





Um comentário:

  1. julio rodrigues correia26 de fevereiro de 2011 18:39

    Poesia concisa da melhor qualidade-Abraços

    ResponderExcluir